Guarulhos deverá receber novas viaturas blindadas da polícia civil

Foto: Divulgação/Governo de SP

Estado entregou 105 veículos para a região metropolitana de SP

Com investimento de mais de R$ 23,3 milhões, os veículos SUV vão proporcionar mais qualidade aos trabalhos policiais e mais segurança aos agentes durante ações de combate ao crime organizado. Os veículos vão reforçar operações policiais e garantir segurança de agentes em combate a crime organizado.

A aquisição dos veículos foi feita por meio de pregão eletrônico. A empresa vencedora foi a GM, com o modelo Trail Blazer. Cada veículo custou R$ 222 mil. A renovação da frota policial com veículos blindados é um compromisso da atual gestão na área de Segurança Pública de São Paulo.

Dos 105 veículos, 37 serão destinados a unidades especializadas da Polícia Civil na capital, como os departamentos estaduais de Investigações Criminais (Deic), de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico (Denarc) e de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), além do Departamento de Operações Policiais Estratégicas (Dope) e das Centrais Especializadas de Repressão à Crimes e Ocorrências Diversas (Cerco) – subordinadas às delegacias seccionais.

A região da Grande São Paulo será atendida com 14 viaturas para as delegacias seccionais de Carapicuíba, Diadema, Franco da Rocha, Guarulhos, Mogi das Cruzes, Osasco, Santo André, São Bernardo do Campo e Taboão da Serra.

O interior do estado receberá 54 veículos que serão entregues às Divisões Especializadas de Investigações Criminais (Deic) das regiões de São José dos Campos, Campinas, Ribeirão Preto, Bauru, São José do Rio Preto, Santos, Sorocaba, Presidente Prudente, Piracicaba e Araçatuba.

Desde 2019, foram adquiridas 5.354 veículos para as polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros e policiamento ambiental. O investimento total já ultrapassou R$ 368,4 milhões, incluindo as 105 viaturas blindadas entregues nesta quarta e outras 70 já distribuídas à Polícia Militar.

Ainda há aquisições em andamento, como 30 veículos descaracterizados para a Polícia Civil, sob investimento de mais de R$ 4 milhões, e outros 190 automóveis para uso da Superintendência de Polícia Técnico-Científica, com valor superior a R$ 10,9 milhões.