Sabesp prorroga isenção do pagamento de água para famílias de baixa renda

Vice-Governador Rodrigo Garcia em coletiva no Palácio dos Bandeirantes - Foto: Divulgação/Governo de SP

O Vice-Governador Rodrigo Garcia anunciou, nesta sexta-feira (14), a terceira prorrogação da isenção no pagamento da tarifa e do abastecimento ininterrupto de água para clientes de baixa renda atendidos pela Sabesp. A norma passa a valer até 15 de setembro e beneficia cerca de 2,5 milhões de consumidores carentes neste período da pandemia do coronavírus.

“A Sabesp prorroga, por mais um mês, a suspensão da cobrança e do corte no fornecimento de água para 2,5 milhões de pessoas das camadas mais pobres da população de São Paulo. Essa é uma das medidas adotadas pelo Governo de SP para conter os impactos econômicos na crise do coronavírus”, destacou o Vice-Governador.

A Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo (Arsesp) autorizou as medidas pela terceira vez consecutiva, a pedido do Governo de São Paulo. Os benefícios são destinados aos clientes da Sabesp inclusos nas tarifas residencial social e residencial favela, que continuam isentos do pagamento das contas de água e não terão corte no abastecimento mesmo em caso de inadimplência.

Com caráter social, a isenção tem o objetivo de minimizar as consequências econômicas da Covid-19. Previsto inicialmente para valer por três meses (abril, maio e junho), o benefício já foi estendido três vezes: para 31 de julho, para 15 de agosto e agora para 15 de setembro de 2020.

Para todos os consumidores, a Sabesp ampliou prazo para medidas de cobrança e tem disponibilizado negociações especiais e ampliação da regra de negociação de débitos em aberto para pagamento em 10 parcelas iguais.