SP anuncia distribuição de oxigênio, Guarulhos fica de fora

Foto: Carlos Vilela/Reprodução

Os 540 cilindros de oxigênio foram entregues às Baixada Santista e Vale do Paraíba

O Governador João Doria anunciou nesta quarta-feira (07) a distribuição de 624 concentradores de oxigênio para unidades hospitalares do Estado de São Paulo. Com investimentos do Governo de São Paulo e da iniciativa privada, foram comprados mil aparelhos para fortalecer o atendimento de pacientes com Covid-19.

“Adquirimos aparelhos utilizados no apoio a pacientes menos graves, o que permite que respiradores de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) possam ser destinados aos pacientes mais graves. Isso cria um alívio e melhora a condição hospitalar da rede pública no Estado de São Paulo”, disse Doria.

Dos mil concentradores de oxigênio comprados, 624 estão no setor de cargas do Aeroporto Internacional de Guarulhos e serão distribuídos a hospitais nesta semana, conforme demanda que está sendo levantada.

O governo vai entregar de 540 cilindros de oxigênio para municípios nas regiões da Baixada Santista, Vale do Paraíba, Araçatuba, São José do Rio Preto, Região Metropolitana, Campinas e Itapeva.

Outros 400 equipamentos serão entregues nos próximos dias em cidades com necessidades emergenciais. Além destes, mais 1.060 serão distribuídos nas semanas seguintes, alcançando todas as regiões até o dia 30 de abril.

Distribuição

No total, o Governo do Estado efetuou a compra de 2 mil cilindros de oxigênio. No total, 34 municípios foram atendidos com lotes de cilindros, entre eles: Lorena, Cruzeiro, Caçapava, Taubaté, Guaratinguetá no Vale do Paraíba.

Guarujá, Bertioga, Santos no litoral e Birigui, Mirassol, Votuporanga no interior e Mairiporã, Nazaré Paulista na região metropolitana de São Paulo. O governo tem articulado as aquisições por meio da iniciativa privada.

A Ambev confirmou a construção de uma usina exclusivamente dedicada ao envase de oxigênio na região de Ribeirão Preto para fornecimento gratuito à rede pública de saúde, em especial hospitais municipais.

A Copagaz e Ultragaz também se comprometeram a adaptar a frota de transporte de botijões de gás para distribuir os cilindros de oxigênio atendendo à logística das unidades de saúde. O acordo também será executado sem custos para Estado e municípios.

O governo quer ainda, por meio de uma campanha de doação de cilindros de oxigênio fazer parceria com empresas, laboratórios de pesquisa e organizações. Para mais informações, o contato deve ser feito pelo e-mail [email protected].