GO ENTREVISTA: Anderson Borges


Nosso entrevistado da semana é atleta guarulhense de Footgolf do SC Corinthians Paulista, Anderson Borges. Ele revelou ao Guarulhos Online os desafios do esporte que ainda não é tão conhecido pelos brasileiros, confira:

 

GO: Como você conheceu o Footgolf?

Anderson: Através de um amigo que jogou futebol comigo no juvenil do CEP, ele me viu jogando golf em algumas postagens, perguntou se eu conhecia o esporte e logo me fez o convite para conhecer.

GO: Você pode explicar de maneira breve como o esporte é praticado, para quem não conhece poder entender a prática?

Anderson: O Footgolf é a mistura do esporte mais popular do mundo com o mais elitizado do mundo. As regras são parecidas com as do golf, vence o jogo o jogador que acertar 18 buracos com a menor quantidade de chutes

GO: Qual é o país de origem do esporte?

Anderson: Estados Unidos, porém, a primeira competição oficial foi realizada na Holanda.

GO: Qual o caminho que deve ser tomado para a difusão do Footgolf no Brasil?

Anderson: Estamos trabalhando para que isso aconteça, saímos de 8 atletas em 2016 para mais de 200 profissionais hoje no Brasil, assim como os números internacionais ultrapassam os 45.000 atletas. Tenho a enorme certeza que quando cair nas graças dos ex-profissionais de futebol do Brasil sairemos do ponto A ao Z em pouquíssimo tempo

GO: Quando você percebeu que poderia se tornar um atleta profissional?

Anderson: Logo que conheci o esporte em 2017, a federação internacional também se profissionalizou simultaneamente. Parece que este encontro estava marcado. Eu segui buscando espaço no esporte, enquanto o esporte no mundo evoluiu absurdamente

GO: Você sempre teve facilidade para “bater na bola”?

Anderson: Segundo os familiares sim rsrsrs eles jamais dirão o contrário! Excepcionalmente por ser (Surdo) ou canhoto como preferir. Existe um dogma que nós temos mais facilidade com isso.

GO: Quantas competições você participa por ano em média?

Anderson: Estou em uma crescente. Em 2018 participei em torno de 10. Em 2019 esse número já subiu para 23 e este ano de 2020 tenho na programação 31 competições internacionais e nacionais

GO: Existe algum ranking mundial da categoria?

Anderson: Sim. O Ranking funciona muito parecido com o do tênis. Embora os anos passados este ranking dava privilégios aos europeus, este ano foi reformulado e tem mais equidade a todos os continentes do Mundo. O Ranking Mundial é chamado de FiFg World Tour.

GO: Como você se tornou atleta do Corinthians?

Anderson: Desde de quando comecei no esporte eu tinha algo muito claro em mente, buscar um grande clube ou instituição que pudéssemos seguir junto com esse grande projeto do footgolf. Então fiz contato com alguns clubes de São Paulo e prontamente fui atendido pelo Corinthians que abriu as portas para eu apresentar o projeto.
E assim como num sonho, de repente eu estava lá, sendo anunciado como o mais novo atleta do clube, em uma modalidade ainda menos expressiva em 2017 do que neste atual ano.

De fato, foi uma grande surpresa e uma lição de vida, após ser dispensado em anos passados na peneira de futebol e basquete do clube

GO: Quais as dicas que você pode dar para quem deseja começar a jogar Footgolf?

Anderson: “Just do It – apenas faça”, experimente e saberá o quão maravilhoso este esporte é. O índice de aprovação é de 100%!

GO: Qual o contato caso alguém queira patrocinar o Anderson Borges?

Anderson: Atualmente tem uma empresa de marketing esportivo que faz essa gestão da minha carreira chamada Círculo Sports Brasil.

Email: [email protected]

 

– Depois de chegar neste esporte e desfrutar de momentos que vivi em poucos anos, deixo o recado aos que sonham. Nunca deixem de sonhar, uma cabeça sem sonhos é um corpo morto.

Depois de ser reprovado em duas peneiras por dois esportes diferentes eu consegui vestir a camisa de um dos maiores clubes do mundo aos 34 anos de idade ultrapassando os 120kg saindo de uma vida sedentária a disputa de uma copa do mundo na África, entre os 650 melhores atletas do mundo na modalidade de 45 países e este ano podendo ir para a minha segunda edição dos jogos.

São mais de 10 países visitados e este ano mais 8 países ainda desconhecidos por mim na agenda não se trata de sonho.

Isso é a minha realidade hoje. Então vá siga em frente e acredite que tudo pode dar certo a qualquer momento. Esteja pronto pois não sabemos que horas chegará a oportunidade de você transformar a sua vida.

Aproveito para agradecer a todos os patrocinadores que até hoje acreditaram neste projeto e tornaram viável eu participar de todas estas competições. Meu muitíssimo obrigado a todos e que Deus multiplique bênçãos na vida de cada uma deles.