GO Entrevista: Paula Milat do Quanto Custa Comer Bem

0
3

Paula Milat

Nossa entrevistada desta semana para o GO Entrevista é a Paula Milat, criadora do Instagram @quantocustacomerbem.

O perfil que possui mais de 24 mil seguidores tem como foco difundir a gastronomia para os amantes da “boa comida”. Desde 2017 o Quanto Custa Comer Bem ajuda seus seguidores a encontrar as melhores opções para desfrutar  de um bom prato.

O que despertou a sua paixão pela gastronomia?

Na verdade, sempre fui apaixonada pelas experiências e sensações que a boa gastronomia pode nos proporcionar. Gosto também do fato de que a comida “une as pessoas”.

Como surgiu o Quanto Custa Comer bem?

Sempre gostei de fotografar os pratos dos restaurantes que frequentava e tinha uma amiga minha (Karine Alvin) que sempre repetia que eu levava jeito, e que eu deveria montar um instagram dedicado a isso, até que um dia resolvi montar a página do @quantocustacomerbem. O segundo ponto foi encontrar um valor que a página pudesse agregar aos seguidores, então resolvi apostar que as dúvidas que eu tinha como consumidora (valor dos pratos, aceitação de vale refeição no local etc) poderiam ser dúvidas comuns da maioria, e assim eu atribuí uma característica informativa aos posts da página.

Essa combinação deu super certo, porque além de encher os olhos com as fotos, consigo trazer informação – o que é bom para o restaurante e também para os seguidores (clientes).

Qual o critério que você utiliza para selecionar os estabelecimentos visitados?

Todos os locais são pesquisados antes, mas eu também sou consumidora, então o que chama a minha atenção para pesquisar sobre o estabelecimento geralmente é algum prato especifico que me deixe curiosa para conhecer o lugar.

O que os seguidores podem esperar das avaliações feitas pelo QCCB?

Não digo avaliações, porque não julgo se é bom ou ruim, o gosto é algo muito pessoal. Eu simplesmente posto o que eu vou conhecer e gosto (não digo só pratos, vale para o ambiente, o atendimento, etc).

Podemos considerar que todos os posts feitos na página têm o “selo de qualidade” do @quantocustacomerbem. Algo que os seguidores podem esperar, com certeza é minha sinceridade em relação à experiência vivida. Inclusive, já deixei de postar sobre lugares que fui conhecer e não gostei.

Quais são os pedidos feitos com maior frequência pelos seguidores?

Muitos pedem indicações de “o melhor restaurante japonês da cidade” ou “melhor massa”, mas os campeões acho que são quais “aceitam pets” e quais tem “espaço para crianças”.

Qual foi a sensação de ganhar o prêmio Economia Criativa na categoria mídias sociais?

Senti um orgulho enorme. Ter o seu trabalho reconhecido diante da cidade com certeza foi algo que me fez pensar que tudo vale a pena. Agradeço muito o incentivo da minha irmã Fernanda Milat para inscrever meu projeto e por acreditar em mim.

Você esperava que o QCCB fosse atingir mais de 24 mil seguidores em tão pouco tempo?

Não, na verdade achei que seria mais um Instagram para amigos e familiares seguirem, nem imaginava a proporção que ia tomar.

Você acredita que a comida tem o poder de unir as pessoas?

Com certeza, aliás, essa foi a resposta da minha primeira pergunta aqui. Na minha casa temos o costume de jantar juntos à mesa. Não são apenas refeições, são momentos que falamos do nosso dia, dos nossos problemas e conquistas, é um momento de realmente se sentir em casa.

Qual é a sua comida favorita?  

Sou apaixonada por pratos que levam frutos do mar.

Como você consegue manter a forma comendo tantas guloseimas?

Olha, de lá pra cá foram uns 3kg a mais, então manter a forma não sei se consegui (hahaha), mas acho que o ideal é comer de tudo, mas com bastante moderação.

O que o público pode esperar do Quanto Custa Comer bem em 2020?

Muitas dicas de lugares novos, promoções, informações e claro, pratos lindos e apetitosos!

Como os restaurantes podem entrar em contato com o QCCB?

Nossos contatos são feitos por inbox no Instagram ou através do nosso email: quantocustacomerbem@gmail.com