Aumento na conta de energia complica situação da Casas André Luiz, afirma instituição

Foto: Divulgação

A instituição de caráter filantrópico ressalta a necessidade de doação para manter os atendimentos dos mais de 540 pacientes acolhidos na Unidade de Longa Permanência

A Casas André Luiz tem evidenciado os impactos do aumento na conta de energia nas atividades da instituição e solicita doações para ajudar no custeamento dos trabalhos. Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o grande responsável por hastear a bandeira vermelha (patamar 2) e reajustar em 15% a tarifa de consumo é o baixo nível dos principais reservatórios hídricos do país.

De acordo com a instituição, as medidas orientadas pela Aneel para diminuir o peso do aumento nas contas de energia não são eficientes na hora de diminuir os gastos. Luzia Margareth Pummer, presidente do Conselho Diretor da Casas André Luiz, afirmou que “este é um momento muito delicado”, pois “um aumento desta magnitude abala o orçamento de toda a Instituição”.

“Uma pequena alteração é suficiente para comprometer o orçamento da nossa família, não é? Agora, imagine uma família composta por 1.690 colaboradores preparados para atender as necessidades individuais de cada um dos 1.700 pacientes com deficiências? Por menor que seja o reajuste, os custos serão sempre bem maiores”, explica Luzia.

A Instituição desembolsou 141.360 mil reais com as despesas recorrentes de junho, como água, energia elétrica, gás natural e oxigênio, e o aumento gerou acréscimo de 10% no custo mensal quando comparado aos meses de abril e maio.

Segundo a organização, muitos dos 540 pacientes acolhidos na Unidade de Longa Permanência dependem do auxílio de aparelhos em tempo integral para a manutenção de sua saúde e bem-estar.

Aparelhos como camas elétricas, monitores de sinais vitais, bombas de infusão, respiradores, equipamentos de pesagem e movimentação, carros de anestesia e aquecedores não podem permanecer fora da tomada.

“É por isso que dependemos tanto do auxílio da população e das empresas que representam a iniciativa privada. A Casas André Luiz é uma instituição filantrópica sem fins lucrativos, e não é autossustentável, e toda e qualquer ajuda contribui bastante para nossa missão”, conclui Margareth.

Mercatudo Casas André Luiz

O Mercatudo Casas André Luiz é responsável pelos bazares que comercializam eletrônicos, equipamentos de informática, móveis, roupas, calçados, brinquedos, geladeiras, máquinas de lavar, sofás, acessórios, artigos de decoração, fogão, cama, mesa, armários e guarda-roupas (todos em bom estado de conversação), e as venda são revertidas à causa filantrópica da Instituição.

“Estamos de portas abertas e preparados para retirar o item na casa do doador que estiver na Capital ou na grande São Paulo, incluindo Campinas, Sorocaba e região”, informa Rubens Oliveira, gerente administrativo de doações e logística do Mercatudo Casas André Luiz.

Saiba como doar

Para doar, o interessado pode entregar sua doação tanto nas unidades da Casas André Luiz nas cidades de Guarulhos ou São Paulo. Há também a possibilidade de contribuir online. Basta acessar o site da campanha Necessidades Emergenciais para conhecer todas as opções disponíveis.

PIX (CNPJ): 62.220.637/0001-40

Endereços

Casa André Luiz (Unidade de Longa Permanência)

  • Avenida André Luiz, nº 723, Picanço
  • Guarulhos / SP
  • Telefone: (11) 2457-7733

Casa André Luiz (Ambulatório de Deficiências)

  • Rua Vicente Melro, nº 878, Vila Galvão
  • Guarulhos / SP
  • Telefone: (11) 2452-4033

Telefones

  • Grande São Paulo: (11) 95427-3700
  • Campinas: (19) 99710-7304
  • Sorocaba: (15) 99776-3847