Funcionários da Proguaru pressionam vereadores no 1º dia de sessões presenciais na Câmara Municipal

Foto: Michel Wakin/Guarulhos Online

Trabalhadores foram à Casa Legislativa pedir apoio para levar ao plenário, um decreto legislativo que barre o decreto de extinção da última sexta-feira (27)

Funcionários motivados pela Comissão ‘Em Defesa da Proguaru’ junto de sindicatos e partidos políticos da oposição realizaram um ato em frente a Câmara Municipal nesta quarta-feira (01). A data marca o retorno das sessões presenciais dos vereadores na Casa Legislativa.

A frente do prédio foi tomada por manifestantes apoiadores da manutenção da empresa pela continuidade dos empregos. O grupo iniciou com mais ênfase, a campanha #SomosTodosProguaru com apelo para aval do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) para decisão favorável ao referendo municipal.

Foto: Michel Wakin/Guarulhos Online

Entre as falas estavam as queixas dos funcionários sobre a atuação do Prefeito (PSD) Gustavo Henric Costa que afirmou antes das eleições que, não iria fechar a Proguaru. À época, Guti chamou a notícia de ‘fake news‘.

No entanto, o projeto de extinção foi enviado ao executivo municipal e a maioria dos vereadores da legislatura anterior votou pelo fim da empresa. O argumento da Prefeitura é de que a Proguaru tem gerados sucessivos prejuízos financeiros e não sobrevive até 2022.

Mas, de acordo com membro da Comissão de Trabalhadores, Raul Campos Nascimento foi encontrada mais uma brecha na lei orgânica do município para barrar a extinção. A comissão e aliados da causa pleitearam baixar o decreto publicado por Guti na última sexta-feira (27).

Foto: Michel Wakin/Guarulhos Online

Porém, a medida depende da adesão de pelo menos 18 vereadores para um decreto legislativo que preconize o embargo, segundo o Presidente da Comissão Especial de Estudos (CEE) da Proguaru, vereador Edmilson Souza (PSOL). A proposta foi levada ao Presidente da Casa, vereador Fausto Miguel Martello (PDT) que avaliou a possibilidade de encaminhar ao plenário.

O relatório CEE deve ser apresentado na próxima semana e na sequência será votado pelos parlamentares. Entretanto, a elaboração deverá ter duas versões preliminares, uma a favor da manutenção da Proguaru feita pela oposição e uma, pelo fim da empresa feita pela base.

Foto: Michel Wakin/Guarulhos Online