Governo Paulista estuda ampliar flexibilização do comércio a partir de agosto

Foto: Michel Wakin/Guarulhos Online

A medida deve ser confirmada na semana que vem e é atribuída ao avanço da vacinação e baixas nas internações hospitalares

São Paulo planeja aumentar as flexibilizações no funcionamento do comércio, após avaliação dos índices da pandemia demostrarem declínio. O anúncio foi feito pelo vice-governador Rodrigo Garcia (PSDB) no Palácio dos Bandeirantes nesta quarta-feira (21).

O Centro de Contingência da Covid-19 confirmou a expectativa que, já existia, de ampliar os horários de funcionamento e reduzir as restrições. O fim da chamada fase de transição está prevista para este mês e as mudanças começam a valer a partir de agosto. 

O governo paulista alega que o Estado obteve redução em internações por Covid-19 e após 4 meses, a taxa está em torno de 60% em UTIs. A queda é atribuída ao avanço da vacinação que já atingiu mais da metade da população adulta que vive em SP.

Ao todo, 288 cidades no Estado não registraram mortes pela Covid-19 na última semana. Guarulhos, porém, não integra a lista, mas demostra queda em UTIs e enfermarias, a última atualização desta terça-feira (20) o percentual ficou em 50% nas UTIs.

Já nas enfermarias, 61,7% dos leitos mantém pacientes internados, baixa considerável desde o começo da pandemia. Guarulhos registrou 22 mortes só nas últimas 24 horas, entretanto, aplicou 1ª dose do imunizante em mais da metade da população adulta.