Guarulhos recebe doses da Coronavac, mas parar produção pode afetar ritmo da vacinação

Foto: Irineu Jr/SECOP/Suzano

As 14.030 vacinas são destinadas à segunda dose de idosos de 64 anos e para gestantes e puérperas com comorbidades do município

A cidade de Guarulhos e toda a região do Alto Tietê recebem nesta sexta-feira (14) um novo lote com total de 31.150 doses da vacina do Butantan. As unidades da Coronavac são destinadas à aplicação de 2ª dose para idosos de 64 anos e para 1º dose de gestantes e puérperas com comorbidades.

O novo lote chega à região em meio às notícias da falta de insumos para a produção do imunizante. No caso do grupo de gestantes com comorbidades, a vacina substitui as doses de AstraZeneca que foram recebidas na semana passada.

Porém, a aplicação da Oxford neste grupo foi suspensa pelo Ministério da Saúde, atendendo recomendação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), após a morte de uma gestante que havia tomado o imunizante.

Até o momento a região recebeu cerca de 910 mil doses de imunizantes (primeira e segunda dose), sendo que mais de 60% são CoronaVac. Mas, de acordo com a coordenadora da Câmara Técnica de Saúde, Adriana Martins, a desaceleração da produção da Coronavac pode afetar o ritmo da vacinação na região.

“Nossa preocupação inicial era que faltassem vacinas para segunda dose para os grupos que já tomaram a primeira deste imunizante, porém com este novo lote recebido hoje conseguimos fechar um grupo de idosos e iniciar a imunização das gestantes e puérperas com comorbidades”, disse.

Guarulhos e o Alto Tietê apostam na compra de vacinas como a Sputnik V do Grupo União Química, cujo envase será feito na cidade. Entretanto, o imunizante ainda não foi liberado pela Anvisa.

O Consórcio de Prefeitos da região também assinou um termo de intenção de compra com o Butantan para aquisição de doses da CoronaVac. Além disso, a maioria dos municípios aderiu ao consórcio para aquisição de vacinas da Frente Nacional de Prefeitos.

Confira a quantidade de doses para Guarulhos e demais municípios:

 Distribuição para idosos 64 anos / gestantes e puérperas com comorbidades respectivamente:

  • Arujá: 740 / 230
  • Biritiba Mirim: 250 / 60
  • Ferraz de Vasconcelos: 1.470 / 420
  • Guararema: 250 / 70
  • Guarulhos: 10.870 / 3.160
  • Itaquaquecetuba: 2.710 / 920
  • Mogi das Cruzes: 3.870 / 980
  • Poá: 1.030 / 220
  • Salesópolis: 150 / 30
  • Santa Isabel: 500 / 110
  • Suzano: 2.450 / 660

*Atualizada às 15h42 de 14/05