Guti garante que comércio permanecerá aberto após as eleições

Foto: Marcela Vasconcelos/Guarulhos Online

Atual prefeito acusa oposição de propagar ‘fake news’ e garante que estabelecimentos manterão as portas abertas

O prefeito Guti (PSD) veio a público nesta terça-feira (24), por meio de uma transmissão ao vivo nas redes sociais, para desmentir boatos que estão sendo espalhados, segundo ele, pela oposição, que afirmam que o comércio será fechado na cidade de Guarulhos após o segundo turno das eleições, que ocorrem no próximo domingo (29).

Guti acusou a campanha do candidato Elói Pietá (PT) de utilizar carros de som para espalhar “fake news” propagando a informação de que os estabelecimentos comerciais voltarão a ficar fechados a partir da próxima segunda-feira, 30/11, assim como ocorreu anteriormente na fase mais rígida do Plano São Paulo, entre os meses de março e junho.

“Estou passando aqui para desmentir mais uma vez as fake news e boatarias que o PT está lançando, agora estão com carro de som no comércio da cidade falando que o comércio a partir do dia 30, segunda-feira, vai fechar, vai reduzir seu funcionamento.”

O prefeito comentou ainda sobre a ação de falsos fiscais percorrendo os estabelecimentos comerciais do centro da cidade divulgando a mesma informação sobre um possível fechamento do comércio. Ele afirma que o PT está fazendo propaganda irregular, além de causar pânico na população.

“Há pessoas se passando por ficais entrando nos comércios, dentro destas lojas, falando que o comércio vai fechar. Gente, isso é balela, estão atacando a minha honra, fazendo propaganda irregular de montão, mas isso é o de menos, o problema é mentir para vocês, é colocar pânico na cabeça das pessoas”.

Até o momento não existe qualquer plano de fechamento do comércio por parte da Prefeitura de Guarulhos em virtude de uma possível segunda onda da pandemia. Entretanto, o governo estadual já fez um agendamento para reclassificação do Plano São Paulo no dia 30.

Diversos países registraram no último mês uma “nova onda” de casos da covid-19, especialistas afirmam que o mesmo pode ocorrer no Brasil, fazendo com que São Paulo, reclassifique algumas regiões do estado da fase verde para as fases amarela ou laranja.