Obra no Taboão promete reduzir enchentes de verão na região do Aeroporto

Foto: Marcela Vasconcelos/Guarulhos Online

Esta é a segunda etapa da canalização do rio Baquirivu-Guaçu, a primeira parte foi executada na região CECAP

O Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE) iniciou há cerca de um mês obras no Rio Baquirivu na Avenida Natalia Zarif, altura do Terminal Taboão e da Estação Aeroporto Guarulhos da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).

Quem passa pela região tem notado a mudança no cenário, as árvores que margeavam o rio estão sendo retiradas dali para dar lugar ao concreto. Segundo o DAEE, o novo canal terá 21 metros de largura e 04 metros de profundidade, o que permitirá vazão de 300 mil litros de água por segundo.

Vídeo Reportagem – Marcela Vasconcelos/Guarulhos Online

De acordo com a pasta, o investimento chega a R$ 64,5 milhões para serviços de canalização do rio Baquirivu-Guaçu. O trecho em obras possui 03 quilômetros estre as alças de acesso da Rodovia Hélio Smidt até a Av. Natalia Zarif.

O contrato celebrado com o Consórcio Baqui – II, que tem prazo de 18 meses para finalização. O objetivo é combater o transbordamento do rio, sobretudo no período de chuvas e possibilitar a redução expressiva no trecho de influência na Av. Jamil João Zarif. 

A primeira etapa desta obra realizada pelo Departamento no Rio Baquirivu-Guaçu foi concluída no segundo semestre de 2019. Na época, foi canalizado 2,7 quilômetros do canal, entre a foz do Baquirivu com o Tietê na região do Parque Cecap.