Prédio hospitalar inacabado há mais 10 anos em Guarulhos terá projeto inicial reavaliado

Foto: Reprodução

Um Instituto de Saúde da Mulher estava previsto para o prédio, que fica localizado em área anexa à Maternidade Jesus, José e Maria (JJM)

Na quarta-feira (02), um prédio hospitalar localizado em Guarulhos, cuja obra está parada há mais de um década, foi pauta da discussão entre o deputado Marcos Damasio (PL) e o secretário-executivo da Secretaria de Estado da Saúde, Eduardo Ribeiro Adriano. O objetivo da conversa foi encontrar uma solução viável para colocar a unidade em atendimento.

O prédio inacabado fica em área anexa à Maternidade Jesus, José e Maria (JJM), que tem a mesma associação como gestora dessa unidade e que previa, inicialmente, receber um Instituto de Saúde da Mulher.

Como resultado do encontro, do qual participou também o diretor do Hospital e Maternidade JJM, Nelson Fernandes Junior, ficou acertada uma revisão do plano inicial, buscando-se saber qual é a demanda da região para orientar um novo projeto, além da revisão de custos.

“O que estou pedindo é que a obra seja concluída e a unidade, que fica em Guarulhos, possa atender a população da cidade e da região. Sabemos que em uma década muita coisa mudou, por isso, é necessário rever os planos e adequá-los à realidade”, disse Damasio.

Para Nelson Fernandes, a revisão do projeto inicial não foi um problema. “Não nos opomos à possibilidade de rever o escopo do plano. O importante é estar em sintonia com as demandas da região”, disse.