Fura-fila da vacinação contra Covid-19 poderá ser preso em flagrante em Guarulhos

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Nessa segunda-feira (05), o Ministério Público de São Paulo solicitou à administração municipal “a imediata condução do infrator à delegacia de polícia mais próxima” em caso de fraudes semelhantes a da veterinária Jussara Sonner, que tomou três doses na cidade

Por meio da Promotoria de Justiça de Guarulhos, nessa segunda-feira (05), o Ministério Público de São Paulo solicitou que a Prefeitura de Guarulhos prenda em flagrante qualquer pessoa que tente fraudar a vacinação contra Covid-19.

Esse tema ficou em alta na semana passada, após a veterinária Jussara Sonner divulgar em suas redes sociais que tomou três doses de vacinas contra o coronavírus em Guarulhos.

Questionada sobre a verificação de documentos na UBS, Jussara Sonner respondeu que procurou uma unidade “onde não havia computadores para verificação online”. Conforme a veterinária, o registro foi realizado em uma ficha de papel. “Quando cair no sistema, será tarde demais”, afirmou.

“A municipalidade deverá orientar os servidores a, em caso de tentativas de fraudes semelhantes, acionar a polícia militar ou a guarda municipal, e efetuar a prisão em flagrante com a imediata condução do infrator à delegacia de polícia mais próxima”, diz o pedido assinado pelo promotor de Justiça Nadim Mazloum.

Além disso, a solicitação demanda ainda que a Prefeitura “preste informações sobre a tomada das providências legais cabíveis, no âmbito de seu poder de polícia, a fim de assegurar o respeito aos interesses sociais em risco” em 10 dias úteis.

Conforme a administração municipal, as recomendações feitas pelo Ministério Público serão seguidas.