Programa ‘Família Acolhedora’ oferece lar temporário à crianças vulneráveis

Foto: Max Belchenko/Shutterstock

Desde 2019, quando a prefeitura iniciou o programa 30 crianças já foram acolhidas

Guarulhos tem atualmente 15 crianças de zero a três anos que participam do serviço Família Acolhedora. Trata-se de uma alternativa ao acolhimento institucional em abrigos para crianças afastadas da família biológica por medida judicial protetiva.

O objetivo é viabilizar a elas a convivência familiar em um ambiente sadio e de caráter temporário, proporcionando oportunidade de receber afeto, amparo e estímulos para seu desenvolvimento.

O serviço tem caráter temporário, pois prevê é o retorno da criança à sua família de origem ou família extensa (tios e avós), ou até mesmo o encaminhamento a uma família substituta (adotiva).

Coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social, o programa é desenvolvido pelo Instituto Forte. No município há 30 vagas e atualmente 27 famílias estão habilitadas a participar.

Como participar

É necessário residir em Guarulhos, ser maior de 21 anos, não estar inscrito no Cadastro Nacional de Adoção e nem ter interesse em adotar. É preciso ter disponibilidade afetiva, tempo para cuidar de uma criança de zero a três anos e não possuir antecedentes criminais.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 4803-6121.