Em meio a casos de abuso policial, novo ouvidor das polícias é nomeado

Foto: ALESP /Reprodução/Redes sociais

O advogado Elizeu Soares Lopes foi escolhido pelo governador João Dória (PSDB) como novo ouvidor das Polícias de São Paulo. Ele ficará no cargo pelos próximos dois anos. A nomeação foi publicada no Diário Oficial nesta quinta-feira (6). O substituto de Benedito Mariano foi escolhido pelo governador após o Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana (Condepe) encaminhar uma lista com os três candidatos mais votados pelos conselheiros.

Além de Mariano, foram indicados para o cargo Cheila Olalla, militante dos direitos humanos ligada à questão do sistema penitenciário. Mariano teve nove votos – foi indicado por todos os conselheiros (cada conselheiro pode indicar três candidatos). Cheila Olalla recebeu sete votos e Elizeu, cinco.

O terceiro da lista, Elizeu foi secretário-adjunto da Secretária de Promoção da Igualdade Racial na gestão de Fernando Haddad e que teve a pasta extinta quando João Dória (PSDB) assumiu a Prefeitura da Capital. O advogado também é membro do PCdoB e trabalhou no gabinete da deputada Leci Brandão (PCdoB) na Assembleia Legislativa.

O atual ouvidor Benedito Mariano foi o candidato que recebeu mais votos dos conselheiros e era cotado para assumir novamente o cargo. Entretanto a legislação, permite que o governador decida entre os três indicados. Benedito Mariano, foi ouvidor de polícias em 1995, experiente, trouxe protagonismo e influência direta na política estadual de segurança, fez críticas ao atual governo, principalmente ao caso de Paraisópolis, ele deixa o cargo hoje às 6h da tarde.