Doria diz que Comitê de Governadores proposto por Bolsonaro não é confiável

Foto: Reprodução

O governador afirmou que não foi convidado para reunião com o presidente e chamou o pronunciamento em rede nacional de “farsa”

Em coletiva realizada hoje (24), o governador João Doria (PSDB) criticou o comitê anunciado nesta manhã pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Doria, que apoiou a candidatura de Bolsonaro em 2018, tem feito duras críticas ao Governo Federal no combate a pandemia.

Ao anunciar o comitê, Bolsonaro afirmou: “Fizemos uma reunião com todos os lideres da República, uma reunião bastante proveitosa, mais do que a harmonia, imperou a solidariedade e a intenção de minimizarmos os efeitos da pandemia”, declarou o presidente.

No entanto, durante a coletiva no Palácio dos Bandeirantes, o governador de São Paulo informou que não foi convidado.

“Este comitê não nos representa, nós não fomos convidados e aquilo que representa a saúde e a necessidade de proteção da vida dos brasileiros de São Paulo deve ser tratado com o governador do estado de São Paulo, e não com o representante do governador”, enfatizou.

Nessa terça-feira (23), Bolsonaro fez um pronunciamento em rede nacional de rádio e televisão em que relacionou uma série de medidas de combate à pandemia ao governo. A fala do presidente ocorreu no dia em que o Brasil bateu o recorde de 3 mil mortes em 24h.

No Twitter, Doria responsabilizou o negacionismo de Bolsonaro pelas 300 mil mortes no país e chamou de “afronta” a postura do presidente, que mudou o discurso e defendeu a vacina.

Nesta quarta-feira, Doria chamou o pronunciamento de “farsa” e disse que “não é confiável a realização de um comitê que exclui governadores que estão trabalhando para proteger vidas e defender o distanciamento social, o isolamento, o uso de máscaras, a aplicação de vacinas e o não uso de cloroquina”.

*Atualizada às 21h12 de 24/03