Senador Major Olimpio (PSL) morre vítima da Covid-19 em SP

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

O Senador por São Paulo, Major Olímpio (PSL) faleceu nesta quinta-feira (18) por complicações da Covid-19. Ele estava internado na UTI do Hospital São Camilo em São Paulo, mas segundo publicação em sua conta no Twitter, teve morte cerebral e não resistiu à doença.

Mais cedo, uma publicação na mesma rede social informava que o Senador estava estável mesmo na UTI. Na semana passada, a família informou que apesar do caso ser grave, o político não precisaria de intubação.

O Major foi o senador mais votado da história, com 9 milhões de votos na eleição de 2018. Em seu primeiro mandato na Casa, os suplentes são o empresário Alexandre Luiz Giordano e o ministro de Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes.

Eleito pelo partido que foi também a legenda de Jair Bolsonaro, Olimpio rompeu relações com o presidente e passou a adotar um discurso descolado das opiniões dos Bolsonaro. Apesar disso, mantinha ainda, uma posição conservadora sobre a política e como defensor das polícias.

Repercussão

Por meio do Instagram, o Prefeito de Guarulhos, Gustavo Henric Costa (Guti) lamentou a morte do senador e descreveu que ele foi um aliado na conquista de recursos financeiros para a cidade. Segundo Guti, Olimpio contribuiu com o projeto milionário de Macrodrenagem do Rio Baquirivu que deve ser executado em breve.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Guti (@guti_oficial)

Já o Governador João Doria (PSDB) prestou apenas solidariedade aos parentes do senador. Major Olimpio foi crítico ao tucano, sobretudo nos últimos meses em que esteve ativo na política. Ele costumava fazer publicações contrárias as decisões de Doria, inclusive no combate à pandemia.

*Atualizada às 17h43 de 18/03