‘Super pedido’ de impeachment de Bolsonaro é entregue ao Congresso Nacional

Foto: Reprodução

Nomes como Kim Kataguiri, Joice Hasselmann e Alexandre Frota ex-aliados do presidente assinaram o documento

Foi protocolado na Câmara dos Deputados nesta quarta-feira (30) o super pedido de impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O documento traz diversos argumentos que evidenciam os crimes de responsabilidade e comuns cometidos pelo chefe na nação.

Outros 123 pedidos já foram apresentados, mas este aponta o crime de prevaricação cometido por Bolsonaro no caso da vacina Covaxin. Recuado, o governo anunciou nesta terça-feira (29) a suspensão do contrato de aquisição da vacina.

Entre os nomes que assinaram o pedido estão os deputados federais Joice Hasselmann (PSL), Kim Kataguiri (DEM) e Alexandre Frota (PSDB) ex aliados de Bolsonaro. À esquerda, Guilherme Boulos do PSOL e Gleise Hoffmann, presidente nacional do PT.

E ainda, os presidentes dos partidos PT, PSOL, PDT, além de sindicatos, movimentos sociais, associações de diversos setores, juristas. O pedido conta com quase 50 assinaturas e uniu de forma inédita o campo da esquerda e da direita.

Entretanto, para que um processo de impeachment seja aberto e passe a tramitar na Câmara, o presidente da Casa, neste caso, Arthur Lira (PP-AL), precisa aceitá-lo. O deputado, no entanto é aliado do governo que tem base aliada forte no congresso.