Avião com 8,6 milhões de doses da CoronaVac deve chegar nesta quarta-feira (03), segundo Governo de SP

Foto: Divulgação/Governo de SP

Esse é o primeiro lote de insumos que o Butantan recebe neste ano, instituto prevê 46 milhões de doses até o final de abril

O Governo de São Paulo e o Instituto Butantan aguardam para esta quarta-feira (03), às 23h30, o voo que traz 5,4 mil litros de IFA (Insumo Farmacêutico Ativo) para a produção local de mais 8,6 milhões de vacinas contra o coronavírus. A rota da aeronave que partiu da China pode ser acompanhada em tempo real pelo Portal do Governo de São Paulo.

As informações do voo TAM9555, operado pela LATAM Cargo, são fornecidas pelo Flight Radar, o mais popular site de monitoramento de voos de aviação comercial de todo o mundo. O Boeing 777-32W saiu de Pequim às 21h30 (horário de Brasília) desta terça (2) com o carregamento da matéria-prima fornecida pela biofarmacêutica Sinovac, parceira internacional do Butantan.

Esse é o primeiro lote de insumos que o Butantan recebe neste ano. A carga desembarca no aeroporto internacional de Viracopos, em Campinas, e será suficiente para cerca de 8,6 milhões de doses que serão envasadas, embaladas e rotuladas na capital.

De acordo com o Diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, as vacinas produzidas com o lote de matéria-prima que chega nesta semana começarão a ser entregues ao Ministério da Saúde no próximo dia 25. Outra carga com 5,6 mil litros de IFA também chegará ao Brasil até o próximo dia 10, viabilizando a produção de mais 8,7 milhões de doses em São Paulo.

As novas cargas permitem que mais 17,3 milhões de doses sejam entregues a partir do final deste mês. Em janeiro, o Butantan entregou 8,7 milhões de vacinas ao Ministério da Saúde. Foram 6 milhões de doses no dia 17, outras 900 mil no dia 22 e mais 1,8 milhão no dia 29, em cumprimento ao contrato que incluiu o imunizante no PNI (Plano Nacional de Imunizações).

A previsão do Butantan é que a produção local de vacinas contra a COVID-19 alcance até 600 mil doses diárias com as duas novas remessas de matéria-prima. O instituto ainda negocia o recebimento de mais 8 mil litros de IFA para cumprir o contrato com o Ministério da Saúde.

São 46 milhões de doses previstas até o final de abril e um adicional de 54 milhões de vacinas com prazo a definir. De todas as vacinas contra o coronavírus disponíveis no Brasil até o momento, 80% foram fornecidas pelo Butantan.