Butantan prevê finalizar fábrica de vacinas da coronavac em setembro

Foto: Divulgação/Governo de SP

Após espaço pronto, produção integral da Coronavac será feito no Brasil

Cerca de R$ 162 milhões em doações privadas estão sendo destinados para a construção da nova fábrica do Instituto Butantan que vai produzir a coronavac no Brasil. O local possui capacidade de produção de 100 milhões de doses por ano.

A planta será construída com doações da iniciativa privada realizadas durante as reuniões do Comitê Empresarial Solidário e Econômico em um esforço coordenado pela InvestSP e pela organização social Comunitas.

A obra do espaço teve início em novembro do ano passado e, segundo o governo de São Paulo, será entregue em setembro deste ano e contará com 11 mil m². A nova fábrica do Butantan permitirá a produção totalmente nacional da vacina.

Atualmente, o insumo da vacina vem ao Brasil por via área, e matéria-prima chamada de IFA (Insumo Farmacéutico Ativo), dá origem ao imunizante CoronaVac em doses que estão sendo distribuídas em todo o país.

Um núcleo de governança foi criado para gerir o processo de estruturação da nova fábrica. O governo espera até março mais R$ 20 milhões em doações do setor privado para a compra de equipamentos suplementares da nova fábrica.