Em todo Alto Tietê, apenas Guarulhos recebeu seringas e agulhas do Estado, diz Condemat

Foto: Nicolas Asfouri/AFP

Prefeituras questionam Estado sobre necessidade de termo de consentimento, considerando que a vacina tem caráter emergencial

Os membros da Câmara Técnica de Saúde do Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê definiram que vão utilizar espaços alternativos para imunização contra a Covid-19. Escolas e ginásios de esportes são alguns exemplos, assim como drive-thru.

A imunização dos grupos prioritários desta primeira etapa da campanha de vacinação está prevista para iniciar em 25 de janeiro conforme o Plano Estadual de Vacinação. As unidades básicas de saúde receberão doses e devem ser os principais locais de aplicação.

Os horários de aplicação das doses ainda não foram definidos, mas Guarulhos, que tem mais de um milhão de habitantes, terá estratégia diferenciada dos demais municípios da região. A prefeitura já divulgou que estuda imunizar pessoas com mobilidade reduzida, em domicílio.

Com o planejamento avançado na competência municipal, a prioridade agora está no retorno oficial do Estado para questões fundamentais que garantam o êxito da campanha. Entre os assuntos está o quantitativo de vacinas e de insumos (seringas e agulhas) para cada cidade.

Há preocupação ainda, quanto ao sistema de informatização, assim como a identificação dos trabalhadores de saúde aptos a receber as doses, e se o Estado vai contemplar trabalhadores da rede privada. Por fim, se haverá necessidade da assinatura de um termo de consentimento por parte dos imunizados, considerando que a vacina tem caráter emergencial.

Hoje, o governador João Doria (PSDB) falou da logística para a campanha de vacinação contra a Covid-19 em todo o Estado. Ele adiantou que municípios acima de 30 mil habitantes terão a vacina entregue diretamente. Aos demais, as retiradas serão semanais nos Grupos de Vigilância Epidemiológicos (GVE’s).

O governador adiantou também, que 20 milhões do total de 75 milhões de seringas e agulhas previstos já foram distribuídos aos municípios. Na região do Alto Tietê apenas Guarulhos foi contemplada com uma remessa dos insumos, são cerca de 297 mil até o momento.