Guarulhos registra 251 vidas perdidas por Covid-19 em 10 dias

Foto: Michel Wakin/Guarulhos Online

As UBS Paulista e Dona Luzia fecharam essa semana, para atendimento exclusivo de pacientes com a doença, a próxima unidade será o CEMEG Centro, na Rua Dona Antônia.

A cidade de Guarulhos bateu em 14 de março, domingo, cem por cento de ocupação nos leitos hospitalares destinados à pacientes com Covid-19. Na segunda passada (15) a Prefeitura anunciou aquisição de 10 leitos contratados no Hospital Neurocenter para pacientes SUS.

Outros 10 leitos de UTI seriam instalados nos dias seguintes, no Hospital Padre Bento e custeados com recursos estaduais. Apesar do incremento, as Unidades de Pronto Atendimento (UPAS) estão com sobrecarga de pacientes internados com Covid-19 há mais de 15 dias.

Como tentativa de desafogar o atendimento, a Prefeitura de Guarulhos por meio da Secretaria de Saúde fechou nesta semana, duas UBS para atendimento de pacientes com a doença. Os postos de saúde vão servir como anexo das unidades hospitalares sobrecarregadas.

Sem leitos, cresce diariamente o número de óbitos por Covid-19, conforme os boletins oficiais da Prefeitura de Guarulhos e do Consórcio dos Municípios do Alto Tietê (Condemat). Os dados são divulgados de segunda a sexta-feira, no fim da tarde. Veja a seguir:

Mortes por Covid-19 em Guarulhos nos últimos 10 dias

  • Segunda – 15/03 – 36 óbitos
  • Terça – 16/03 – 24 óbitos
  • Quarta – 17/03 – 09 óbitos
  • Quinta – 18/03 – 12 óbitos
  • Sexta – 19/03 – 25 óbitos
  • Segunda – 22/03 – 84 óbitos (número corresponde ao fim de semana)
  • Terça – 23/03 – 33 óbitos
  • Quarta – 24/03 – 28 óbitos

Sem Hospital de Campanha

Apesar da readequação, a oferta de leitos não tem conseguido suprir a demanda de novos pacientes que precisam de internação e oxigênio. Por isso, mais uma unidade de saúde, desta vez, o CEMEG Centro vai atender exclusivamente pacientes com Covid-19, a partir da próxima semana.

A saúde municipal, não descarta fechar novas unidades básicas para oferecer suporte às unidades que estão com mais pacientes que a capacidade. O anúncio foi feito nesta terça-feira (23) pelo secretário da pasta, Dr. José Mário Clemente, por meio de live nas redes sociais.

Mesmo com a situação à beira de um colapso, o Prefeito Gustavo Henric Costa (PSD) não tem no topo da lista de reconsiderações sobre o combate à pandemia, a reabertura do Hospital de Campanha. Outras cidades do Alto Tietê enfrentam as mesmas dificuldades, como é o caso de Mogi das Cruzes, Suzano e Itaquaquecetuba.

O percentual de lotação na região impede que o sistema CROSS, repasse pacientes graves que precisam de internação a leitos em cidades vizinhas. O equipamento estadual tem executado essa função durante a pandemia, mas registra 91,6% de lotação em todo estado.

No limite

Conforme apurou o Guarulhos Online pacientes só podem ficar internados em UPAS por três dias. Depois deste período devem ser encaminhados a hospitais de referência, mas as unidades de alta complexidade, também enfrentam lotação dos leitos, o que dificulta a transferência.

Segundo relatos obtidos pelo GO, o sistema de oxigênio da UPA São João não foi capaz de suprir a demanda de pacientes internados e o equipamento apresentou falhas. A unidade recebeu na última semana, mais de 10 pacientes acima da capacidade do local.

Apesar da alta nos atendimentos por pacientes com Covid-19, as 4 UPAS e 5 P.As, também são responsáveis por atendimentos como pediatria, odontologia, ortopedia e emergência. E mesmo com agravamento da pandemia, o atendimento desses setores continua funcionando.

Assim como atendimento feito pelas UBS, que segundo a Secretaria da Saúde, serão transferidos à outras unidades próximas, caso as unidades sejam fechadas. Além desse atendimento, as equipes dos postos são responsáveis pela aplicação da vacina da Covid-19.