Guarulhos se desfaz dos leitos destinadas à Covid-19 durante a pandemia e taxa de ocupação se eleva

Foto: Fábio Nunes Teixeira/ PMG

A Prefeitura de Guarulhos por meio da Secretaria de Saúde divulgou nesta terça-feira (08) que os índices de ocupação de leitos destinados à Covid-19 estão controlados. Segundo o boletim, as taxas estão abaixo de 65% mesmo com a desativação dos leitos destinados à doença.

Mas, há uma semana atrás, em 01 de setembro, a taxa de ocupação de leitos de UTI estava em 41,8% e nas enfermarias em 43,5%. O número acresceu nesta terça-feira (08) para 63,2% nas UTIs e 83,3% nas enfermarias.

Em julho, o Governo do Estado divulgou que um dos critérios para avançar à fase verde do Plano SP é registrar menos de 75% de ocupações hospitalares por mais de 6 semanas consecutivas. Tanto a região leste da Grande São Paulo, o Alto Tietê, como Guarulhos atendem as margens.

Entretanto, o aumento se deve ao fechamento na última sexta-feira (04) do Hospital de Campanha do Cecap que abrigava 24 leitos de UTI para pacientes de Covid-19. Hoje (08), findou-se também, o contrato de locação de leitos Covid-19 no Hospital Bom Clima.

A partir desta quarta-feira (09) outros seis leitos alugados no Hospital Carlos Chagas deixam de ficar à disposição para pacientes de coronavírus do sistema público de saúde. A orientação é de que o cidadão com sintomas de coronavírus procure nas emergências da cidade.

Ainda assim, a Secretaria Municipal de Saúde afirma que há boa margem de segurança para manter o atendimento à população de Guarulhos até o fim da pandemia. O guarulhense que tiver suspeita ou contato com a Covid-19 pode se deslocar à sua Unidade Básica de Saúde (UBS).

“Nos preocupa demais o que vimos neste feriado, sabemos que a população está cansada de isolamento, mas devemos continuar nos cuidando,” afirmou o secretário de saúde, Dr. José Mário Clemente, ao lado do Prefeito Gustavo Henric Costa (PSD) durante live nesta noite.

No último sábado (05), Guti afirmou que faria lives em suas redes sociais para tratar da pandemia, desta semana em diante, apenas duas vezes por semana: às terças e quintas-feiras. Segundo o prefeito, os números da doença na cidade estão aparentemente controlados.