SP registra 1 nova morte por Covid-19 a cada 5 minutos na primeira quinzena de março

Foto: Michel Wakin/Guarulhos Online

Número de óbitos ultrapassa total de dezembro inteiro

O estado de São Paulo registrou uma nova morte por COVID-19 a cada cinco minutos nas duas primeiras semanas de março. Já foram 4.630 óbitos pela doença – oito a mais que o total de dezembro inteiro. Nessas duas semanas, também já foram confirmados 161.355 novos casos, o que representa 40 confirmações a cada cinco minutos.

Com estes números, os balanços acumulados da pandemia chegaram a 2.202.983 casos e 64.123 óbitos até este domingo (14). Pela primeira vez no decorrer da pandemia, o número de internados em leitos de Terapia Intensiva ultrapassou a marca de 10 mil pessoas, após aumentos diários nesta última semana. Hoje, são 23.626 pessoas internadas, sendo 10.244 em UTIs e 13.382 em enfermaria.

As taxas de ocupação dos leitos de UTI são de 90% na Grande São Paulo e 88,4% no Estado. Números similares só foram atingidos na Região Metropolitana na última quinzena de maio de 2020. A ocupação em todo o território é 11 pontos percentuais ao recorde da primeira onda da pandemia, que foi de 77,4% em 28 de maio do ano passado.

A partir desta segunda-feira (15) entra em vigor a “Fase Emergencial”, com medidas mais duras de restrição, que se estendem até o dia 30, e tem como objetivo frear o aumento de novos casos, internações e mortes pelo coronavírus e conter a sobrecarga em hospitais de todo o Estado. Neste final de semana está em vigor a Fase Vermelha do Plano São Paulo.

Com o recrudescimento da pandemia, o Governo de SP reforça a importância sobre o respeito ao Plano São Paulo e as medidas de distanciamento pessoal, uso de máscaras e higiene das mãos. É fundamental neste momento que a população fique em casa.  

Entre o total de casos diagnosticados de COVID-19, 1.938.517 pessoas estão recuperadas, sendo que 218.498 foram internadas e tiveram alta hospitalar. A relação de casos e óbitos por cidade, pode ser consultada em: www.saopaulo.sp.gov.br/coronavirus.