Vacina de Oxford: Prefeitura terá de retirar mais de 10 mil doses em Mogi

Foto: REUTERS/Dado Ruvic/Ilustração/Direitos reservados

Ao contrário do primeiro lote da fabricante CoronaVac, desta vez, o município seguirá o procedimento de retirada no Grupo de Vigilância Epidemiológica

Guarulhos terá a sua disposição, nesta terça-feira (26), um novo lote de vacinas da Covid-19, desta vez, da fabricante AstraZeneca – Oxford. No total, serão entregues 10.520 doses do imunizante.

Ao contrário do primeiro lote da fabricante CoronaVac, desta vez, o município seguirá o procedimento padrão de retirada no Grupo de Vigilância Epidemiológica (GVE). A Prefeitura terá de retirar no GVE de Mogi das Cruzes, em horários agendados nos períodos da manhã e tarde.

A informação é do Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (CONDEMAT), que informa, ainda, ter entrado em contato com o Governo do Estado questionando os critérios na distribuição às cidades, uma vez que as doses entregues nesta segunda remessa são inferiores à entrega do dia 20/01.

Por se tratar de laboratório diferente da CoronaVac, a vacina de Oxford não poderá ser utilizada como segunda dose dos pacientes já vacinados. Ela será a primeira dose de uma nova parcela do grupo prioritário.

Até o momento, as 13.680 unidades da CoronaVac, vacina do Instituto Butantan em parceria com Laboratório Sinovac, correspondem as aplicações de primeira e segunda dose para 6.840 pessoas. A secretaria municipal de saúde deve utilizar a mesma regra com o imunizante da Fiocruz.