Vacina Novavax alcançou mais de 90% de eficácia geral incluindo variantes

Foto: Reprodução

O resultados preliminares indicaram 100% de eficácia em casos moderados e graves; estudos foram realizados nos EUA é México

A empresa Novavax divulgou, nesta segunda-feira (14), os resultados preliminares da última fase de testes de sua vacina contra Covid-19. O ensaio clínico, com base nos Estados Unidos (EUA), apontou eficácia geral de 90,4% contra a doença e de 100% em casos moderados e graves.

O estudo de fase 3 foi conduzido nos EUA e no México e envolveu 29.960 voluntários. A empresa informou também em comunicado que o imunizante alcançou 93% de eficácia contra variantes de preocupação do novo coronavírus, como a B.1.1.7 (Alpha), que se tornou mais comum nos EUA.

A Novavax detectou também as variantes encontradas pela primeira vez no Brasil, na África do Sul e Índia entre os participantes do estudo, disse à Reuters o chefe de Pesquisa e Desenvolvimento da Novavax, Gregory Glenn.

Além disso, a Novavax informou que a vacina, aplicada em duas doses com intervalo de três semanas, foi bem tolerada entre os participantes. Os efeitos secundários incluíram dor de cabeça, fadiga e dor muscular e foram geralmente leves. Um pequeno número de participantes registrou efeitos colaterais descritos como graves.

A empresa planeja solicitar autorização de uso emergencial às autoridades sanitárias estadunidenses e em outros países ainda no terceiro trimestre de 2021. A Novavax continua a caminho de produzir 100 milhões de doses por mês até o final do terceiro trimestre de 2021 e 150 milhões de doses por mês no quarto trimestre de 2021.

*Com informações da Agência Brasil e Estadão