Motorista vai pagar R$ 0,11 centavos por km em novo pedágio da via Dutra em Guarulhos

Foto: William Gois/Guarulhos Online

O sistema ‘Free Flow’ terá tarifação automática para veículos que passarem pela pista expressa em ambos os sentidos

O Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas afirmou que o novo pedágio da Dutra em Guarulhos (free flow) vai cobrar R$ 0,11 centavos por quilômetro. A declaração foi dada à Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados realizada em Brasília nesta terça-feira (14).

Questionado pelo Deputado Federal, Alencar Santana (PT) se o guarulhense vai ter, ou não, que pagar pelo pedágio, o Ministro disse que a cobrança será feita somente na via expressa. O custo previsto entre Guarulhos e São Paulo por 12 km, por exemplo, será de R$ 01,40.

A Rodovia Presidente Dutra será a primeira via do país a receber o modelo de cobrança sem praça de pedágio. O sistema ‘Free Flow’ terá tarifação automática para veículos que passarem no trecho de Guarulhos, na pista expressa, em ambos os sentidos.

Santana relembrou que tanto a concessão, como a construção do People Mover (Monotrilho) anunciado na semana passada pelo Governo Federal, vão beneficiar somente o passageiro do Aeroporto Internacional e não a população de Guarulhos.

Conforme expôs o deputado, a região possui quase 500 mil pessoas segregadas da cidade, em razão da rodovia Dutra e mesmo assim, a via é o principal de deslocamento ao centro de Guarulhos, à capital paulista e à outras cidades do Alto Tietê.

Segundo Tarcísio, onze obras estão previstas no trecho de Guarulhos, com barreiras antirruídos, expansão das pistas marginais que permitirão menos tempo na via. A Dutra terá ainda, um modelo único de iluminação com luzes de LED em todo o perímetro.

O ministro explicou que a ligação férrea vai só até o aeroporto porque a competência para outras ligações é estadual. Tarcísio afirmou ainda que dos R$ 50 bilhões da concessão, R$ 1,2 bilhão será investimento na via Dutra em Guarulhos.

A fala foi em resposta ao apontamento de Alencar que sugeriu ao governo federal por meio do ministério empenhar recursos na extensão da linha 13-Jade até Bonsucesso. O deputado acusou que a contrapartida gerará R$ 50 bilhões de lucro à concessionária.

No entanto, o Ministro negou e sugeriu que o edital seja melhor estudado, em seguida apresentou que com a nova concessão, o tempo médio do motorista nas vias marginais da Dutra vai cair de 37 minutos para 22 minutos.

Caso os motoristas queiram pagar para trafegar na via expressa, o tempo médio cairá para 14 minutos nos horários de pico, segundo Freitas. O deputado solicitou ainda, a realização de um seminário em Guarulhos para discutir o tema com autoridades e entidades da cidade.