Bancos terão atendimento restrito durante fase emergencial

Foto: Divulgação/Febraban

Devido à fase vermelha em todo o estado, agências atenderão somente casos prioritários para evitar aglomerações, bancos recomendam atendimento online

Por conta do aumento de casos de Covid-19 no país e, diante da adoção da fase vermelha em São Paulo, os bancos do estado implementarão ações para contribuir com os protocolos de saúde durante a fase.

Serão reforçadas as ações sanitárias e de precaução orientadas desde o início da pandemia. As medidas permitirão que empresas e pessoas possam continuar recebendo seus recursos, pagando contas, conferindo suas finanças, comprando e tocando os negócios com segurança.

Medidas de segurança:

  • Os bancos reforçam a necessidade de que os clientes e o público em geral evitem ao máximo o comparecimento presencial nas agências bancárias do estado, utilizando os canais digitais como principal meio de acesso aos serviços. O atendimento pelo celular (mobile banking), computador (internet banking) e telefônico (call centers) estão disponíveis;
  • A partir da próxima segunda-feira (08) a rede de agências estará aberta minimamente das 9 às 10 horas para atendimento exclusivo à pessoas do grupo de risco, como aqueles acima de 60 anos e gestantes. Os demais clientes serão atendidos pelo menos entre 10 e 15 horas;
  • Também a partir da próxima segunda-feira, a entrada de clientes nas agências bancárias deverá ser restrita a casos absolutamente prioritários, evitando aglomerações em ambientes fechados. Os funcionários das agências farão uma triagem do atendimento;
  • Para as situações absolutamente excepcionais, em que a presença nas agências se mostra indispensável, os bancos estão reforçando as medidas de higienização das instalações, inclusive agências e caixas eletrônicos;
  • Todas as reuniões presenciais com clientes, agendamentos de visitas externas ou quaisquer contatos fora das agências também estarão temporariamente suspensos;
  • Será reforçada a sinalização das agências, indicando a necessidade de afastamento social, higienização e uso de máscaras;

Segundo a Febraban, foram reforçadas orientações para organização de filas no autoatendimento e nas áreas externas das agências. Isso inclui checagem das marcações feita nas calçadas com no mínimo 1,5 metro de distância entre as pessoas e ações coordenadas com as forças de segurança locais para cumprimento das medidas de conscientização e redução das aglomerações.

A federação ressalta a importância da utilização dos canais digitais para atendimento dos serviços bancários a fim de evitar a concentração de pessoas nas agências. Essas são ações eficazes de prevenção recomendadas pelas autoridades sanitárias.