Como é a rotina dos bombeiros que atuam em Guarulhos?

Foto: Marcela Vasconcelos/Guarulhos Online

Resgate de vacinas na enchente, combate a incêndio em favelas e em áreas de mata estão na lista

“Os condomínios estão lotados, as pessoas mudaram suas rotinas, estão mais em casa e se não forem tomados os devidos cuidados, elas podem provocar acidentes e incêndios,” aponta o Tenente Coronel PM, Carlos Roberto Rodrigues do 05º Grupamento de Bombeiros (Bom Clima).

Ele completa: “Apesar de não haver um levantamento oficial de dados, já que é difícil mapear essa situação, no nosso dia a dia, conseguimos enxergar um aumento de pequenos incidentes sobretudo em lares de pessoas que moram sozinhas, inclusive aqui na cidade,” destaca.

Casas e condomínios lotados

O alerta dos bombeiros é voltado para atenção quanto à fiação elétrica que muitas vezes não permite a instalação de muitos aparelhos ligados na mesma estrutura. Com mais pessoas em casa, plugadas nas tomadas por causa do home office e aulas online.

Esse tipo de atenção deve ser redobrado residências antigas, a fiação precisa ser verificada para evitar curtos circuitos que provoquem incêndios. Outro cuidado é com a manutenção do gás encanado, botijões somente do lado de fora das casas.

Principais ocorrências da pandemia

Em meio ao grande volume de pessoas que estão em home office, o relato do Tenente Coronel, Rodrigues é sobre os desafios enfrentados diariamente no trabalho presencial. Os bombeiros também estão na linha de frente das profissões mais importantes na pandemia. Nesta semana, a vacina da Covid-19 passou a ser aplicada no grupo.

Entre os fatos mais marcantes desse período, Rodrigues narrou o salvamento do lote de vacinas que ficou preso em uma enchente na Jamil João Zarif em março. Outro fato marcante para o coronel foi o combate do incêndio na ocupação Nova Vitória, Jd. Novo Portugal.

Em épocas sazonais

No inverno, por causa do tempo seco, as ocorrências mais comuns são incêndios em vegetação, em virtude do imenso território verde que cerca Guarulhos. Muitos deles, são naturais, mas outros são facilmente provocados por bituca de cigarro, queima de lixo e de mato.

No verão são as enchentes que acometem principalmente a região da Jamil João Zarif e geram inúmeras ocorrências dos moradores do entorno. A inundação ali é provocada pelo transbordamento do Rio Baquirivu que potencializa inundações em casas.

A correnteza potencializa o desaparecimento de pessoas e desespera motoristas e passageiros dos ônibus que tentam enfrentar o alagamento. Para operações nesse sentido é necessário salvamento por botes, barcos e até o helicóptero da PM.

Incêndios

Outro desafio dos bombeiros em Guarulhos é a atuação de combate e controle de incêndios em favelas e ocupações irregulares. Frequentemente as equipes são chamadas para atuar em incidentes nesses locais que são potencialmente alvo das chamas.

O excesso de madeira, plástico e materiais em que facilmente alastram o fogo elevam o grau do incêndio à grandes proporções que destroem rapidamente os barracos. A dificuldade de encontrar acesso nos morros e becos dificulta o sucesso das operações.

Ocorrências

Além dos chamados pontuais, os bombeiros atuam também, em acidentes de trânsito em vias locais e nas rodovias. Esses grandes corredores que cortam Guarulhos, também tem inúmeras indústrias às margens que são alvo de parte das ocorrências diárias.

Além disso, as represas, lagos e córregos de Guarulhos e região são focos de trabalho dos bombeiros. Assim como deslizamentos de terra, áreas de encostas que habitadas oferecem alto risco aos ocupantes, sobretudo no período mais intenso de chuvas. 

Alerta

Para evitar contratempos e incidentes em locais privados, o caminho é estar de acordo com a regularização do Corpo de Bombeiros. Todo e qualquer local comercial precisa ter o Alvará de Funcionamento do Corpo de Bombeiros (AVCB).

Por meio deste documento, o estabelecimento atesta que está em consonância com as normas de funcionamento e adequação. Essas regras preveem número de público e condições para operação segura, dentro da lei e que evite acidentes estruturais.

Tecnologia a nosso favor

Um marco na trajetória dos bombeiros que tem facilitado a atuação no dia a dia é o uso da tecnologia. O Tenente Rodrigues narra que há 15 anos, quando começou na corporação se deslocava para ocorrências usando guia.

Hoje é possível encontrar endereços com ajuda do celular, e por meio de aplicativos como Maps e Waze chegar mais rápido e com mais precisão ao local exato da operação. Essa otimização gerada pela tecnologia possibilita salvar vidas de forma mais rápida.

Os Bombeiros

A entrevista com o Tenente Coronel PM Carlos Roberto Rodrigues do 05º Grupamento de Bombeiros (Bom Clima) foi gravada em 03 de março de 2021 em virtude da comemoração dos 140 anos da Corporação no Estado de São Paulo.

O 05º GB comanda aproximadamente 227 bombeiros, 8 estações, 40 equipes de prontidão e 68 viaturas. Em 2020 foram 5.696 vítimas socorridas, 3.733 vistorias realizadas e licenças analisadas. Além de 1.920 projetos analisados e 12.900 ocorrências.

Além dele, em Guarulhos, há outras três regionais que ficam na Vila Galvão, Macedo, Cumbica.

Tenente Coronel PM Carlos Roberto Rodrigues do 05º Grupamento de Bombeiros em Guarulhos
Foto: Marcela Vasconcelos/Guarulhos Online