EDP já atendeu mais de mil ocorrências de pipas na rede elétrica em Guarulhos

Foto: Reprodução/EDP

Período de férias escolares aumenta a incidência de pipas nos fios

A EDP, distribuidora de energia elétrica Guarulhos registrou grande volume de ocorrências com pipas na rede elétrica durante todo o primeiro semestre, e isso tende a aumentar no mês de julho, período de recesso escolar.

Entre janeiro e junho foram atendidos 1.198 casos desta natureza na cidade, média de seis casos por dia. Importante destacar que o contato das pipas com a rede elétrica pode causar acidentes graves, além da interrupção do fornecimento de energia para a região.

A energia elétrica se tornou ainda mais essencial neste contexto de pandemia e o impacto da interrupção do fornecimento ficou mais preocupante, seja para residências, hospitais, centros médicos, locais de armazenamento e aplicação de vacinas ou unidades de serviço essencial. 

Além de afetar o fornecimento de energia, esta atividade se feita próxima ao sistema elétrico traz outra grande preocupação: o risco de graves acidentes. As linhas de pipas com cerol ou produtos cortantes causam desligamentos ao romper os cabos de energia e, também, podem provocar curtos-circuitos, ao ficarem presas na fiação e serem puxadas. 

Orientações para empinar pipas de forma segura

  •  Além de serem proibidos, o cerol e a chamada “linha chilena” trazem risco para quem está empinando a pipa e também para terceiros, como motociclistas e pedestres, além de oferecem perigo no contato com a rede de energia. Ao cortar a camada protetora da fiação, a linha interrompe a transferência de corrente elétrica, podendo provocar curto-circuito;
  • Em período de isolamento social, é recomendável priorizar brincadeiras em que não seja necessário sair de casa. Caso decida empinar pipas, evite locais como lajes e muros, já que a proximidade com os fios de alta tensão aumenta o risco de acidentes graves e fatais, além do perigo de quedas;
  • Empine pipas longe de rede elétrica, em locais onde não exista nenhum tipo de cabo de energia, de serviço telefônico ou antenas de celular. Isso evita acidentes e interferências na qualidade desses serviços;
  • Se a pipa ficar presa nos fios elétricos, não tente retirá-la. Nunca use varas nem suba no poste para tirar uma pipa. O choque, nestes casos, pode ser fatal. Somente técnicos da distribuidora, treinados para este trabalho, que exige o uso de equipamentos de segurança, estão aptos a manusear a rede.
  • Arremessar objetos na rede elétrica para o resgate da pipa pode causar graves acidentes. O “lança-gato” (pedra presa a uma linha), ou qualquer outro objeto, não devem ser lançados na rede;