Idosos entre 60 e 64 anos podem solicitar e receber BOM em casa

Foto: Willian Fonseca

A emissão e envio do cartão não terão custo até 30 de abril e permite diminuir o risco de contaminação pela Covid-19

Com a fase emergencial, a recomendação é para que as pessoas fiquem em casa para evitar a propagação da Covid-19. No entanto, situações, como a vacinação da Covid-19 em idosos têm gerado a necessidade de uso do transporte público para imunização.

Por conta disso, a solicitação e entrega em domicílio do Cartão BOM Comum sem nenhum custo é ofertada pela Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU) aos passageiros entre 60 e 64 anos.

Vale destacar que essa faixa etária perdeu o direito a gratuidade no transporte intermunicipal e municipal da capital paulista. A medida conjunta entre o governador João Doria (PSDB) e o prefeito Bruno Covas (PSDB) foi promulgada em janeiro.

Para fazer a solicitação até o dia 30 de abril basta preencher o cadastro por meio deste link e informar dados e endereço para recebimento. O pedido será analisado em até três dias úteis, após aprovado, o cartão é enviado em até seis dias úteis para a residência.

O passageiro também conta com a comodidade de poder acompanhar a entrega através deste outro endereço. O cartão BOM é usado nos ônibus intermunicipais da EMTU, Metrô e CPTM e gera desconto de R$ 1,50 por viagem, na integração entre trilhos e ônibus.

As recargas do Cartão Bom podem ser feitas em vários locais, como estabelecimentos comerciais, máquinas de autoatendimento e pelo aplicativo VouD. O bilhete oferece ainda descontos nas Drogarias São Paulo, Lojas Renner e YouCom.