Nove dos dez municípios que mais vacinam em SP, são governados por aliados de Doria

Foto: Divulgação/Governo de SP

Guarulhos fica de fora da lista e concentra pouco mais de 35 mil vacinados

O governo estadual apresentou nesta sexta-feira (12) o ranking das dez cidades mais avançadas na vacinação contra o coronavírus. A lista compara as médias de imunização de acordo com a população total de cada município.

Mas, Guarulhos ficou de fora da lista, a cidade registrou 40.106 pessoas imunizadas até esta sexta. Para a vacinação da população da segunda maior cidade de São Paulo são necessárias 2,5 milhões de doses, até o momento chegaram menos de 55 mil doses.

São Caetano do Sul tem campanha mais veloz e 8,1% da população local vacinada. A seguir, estão: Catanduva (7,2%), Botucatu (7%), Barretos (6,3%), Santos (5,8%), São José do Rio Preto (5,7%), Jaú (5%), Araçatuba (5%), Araraquara (4,9%) e Marília (4,8%).

Dentre as cidades, apenas Araraquara é comandada pelo PT de Edinho Silva. Já a líder do ranking, São Caetano do Sul é chefiada pelo presidente da câmara, Tite Campanela que é prefeito interino e ocupa a cadeira de José Auricchio Jr, cassado, ambos são do PSDB.

Assim como, Catanduva, Botucatu, Barretos, Santos, Araçatuba e Marília. Já São José do Rio Preto é comandada pelo MDB e Jaú pelo PSD, ambos aliados do governo estadual. O PSD é também o partido de Guti, mas o prefeito de Guarulhos não esconde a ausência de articulação com o Palácio dos Bandeirantes.

O painel é uma ação integrada entre a Secretaria de Estado da Saúde com dados das Prefeituras, conforme o Vacivida que monitora a imunização em tempo real. Em 9 de fevereiro, Guarulhos estava no ranking das 10, mas atrás de Campinas e São Bernardo do Campo.

Segundo dados do Vacinômetro às 13h desta sexta, a campanha iniciada no dia 17 de janeiro já alcançou mais de 1,3 milhão de pessoas, 2,8% dos 44,6 milhões de habitantes do Estado. Segundo o governo, os recortes vão permitir a identificação tanto de gargalos locais que atrasam a vacinação como os cenários municipais em que a imunização é mais rápida.