Ônibus Municipais de Guarulhos não terão acréscimo na tarifa em 2021

Foto: Marcela Vasconcelos (Guarulhos Online)

A cidade de Guarulhos não terá reajuste nas tarifas de ônibus em 2021. A confirmação veio durante live realizada nesta quinta-feira (31) no Paço Municipal, quando Guti (PSD) anunciou que o sistema de coletivos na cidade se mantém nos atuais valores.

Por mais um ano, as passagens vão custar R$ 4,45 para o bilhete único comum (cidadão) e R$ 4,70 em pagamentos com dinheiro. Já os valores do vale transporte, seguem ao custo de R$ 4,95 e com bilhete único do estudante ao custo de R$ 2,22.

Questionado pelo Guarulhos Online no início deste mês, o prefeito afirmou que a decisão de aumentar ou não as tarifas de ônibus, se daria somente após estudos financeiros, junto às empresas que operam o transporte na cidade.

Em 2020, o sistema foi um dos setores mais impactados pela pandemia, e o que se viu foi uma linha tênue entre a queda de passageiros e a superlotação. Com a redução de carros nas ruas durante o período severo de isolamento social, quem precisou se arriscar ao vírus enfrentou cenas de ônibus lotados e intervalos mais espaçados.

Inúmeros leitores se reportaram ao GO com reclamações de demora e linhas cheias

Apesar disso, a prefeitura indica que 100% da frota está operando nas ruas, entretanto, fontes da reportagem, ligadas ao sistema de transporte municipal rebatem a afirmação, já que durante a pandemia as empresas não tem condições logísticas de ter todos os carros em operação.

Já que muitos motoristas estão no quadro de funcionários que aderiu ao programa do governo federal que reduziu jornada e salário. Outros, integram o grupo de risco, e ainda, que o fluxo de passageiros não voltou ao patamar de antes da pandemia.

A cada carro que sai da garagem, a prefeitura paga às empresas por meio de subsídio, recursos do caixa do município, que em tese, servem para suprir as gratuidades. A queixa principal é quanto a qualidade dos ônibus ofertados pelas empresas que tiveram contratos renovados por mais dez anos com a atual gestão.