Metrô, CPTM e ônibus de SP continuam com tarifa a R$ 4,40 em 2021

Foto: Renato Lobo

Foi confirmado na tarde desta terça-feira (29) que não haverá aumento no preço das tarifas do transporte coletivo na capital paulista. Os trens do Metrô e da CPTM também não passarão por reajuste, assim como os ônibus municipais de São Paulo.

Segundo nota do governo, a decisão se deu devido a crise econômica e sanitária vivida pelas famílias por causa da pandemia de Covid-19. Desta forma, tanto Governo do Estado, quanto a Prefeitura de São Paulo decidiram manter a cobrança em R$ 4,40.

De acordo com nota do governo, mesmo com a retração de 60% em média no número de passageiros em todos os modais durante o ano, a reforma administrativa implementada por João Doria (PSDB) que propôs o enxugamento de gastos e ajuste fiscal permitiram o congelamento da tarifa.

Para a gestão tucana, a mudança beneficia mais de 8 milhões de usuários do transporte público na capital, diariamente. Vale destacar que durante a pandemia a Assembleia Legislativa votou a reforma administrativa que prevê a extinção da EMTU que será substituída pela ARTESP.

A Prefeitura de São Paulo, afirmou que manteve a oferta de ônibus acima da demanda, que caiu 65 % em média neste ano. E que a tarifa não será reajustada para não sobrecarregar a parcela menos favorecida da população. Entretanto, na semana passada ambas autoridades retiraram a gratuidade de idosos entre 60 e 65 anos de idade em todo sistema de coletivos.