Grupo ‘Em Defesa da Proguaru’ diz que já reuniu 6 mil assinaturas para solicitar referendo

Foto: Michel Wakin/Guarulhos Online

O movimento vai seguir com a coleta até pelo menos dia 12 de agosto e espera chegar a 10 mil

Os trabalhadores do Em Defesa da Proguaru afirmaram na noite desta segunda-feira (19) que já coletaram 06 mil assinaturas para pedir o referendo. O movimento acredita que vai reverter desta forma, a Lei nº 7.879 aprovada pela Câmara de Vereadores em 2020.

Em uma transmissão nas redes sociais, dois dos representantes, Eliana Maria e Raul Nascimento relembraram que a empresa opera há mais de 40 anos na cidade. “São quase 05 mil trabalhadores e o Prefeito se esforça para fechar desde dezembro” disse.

Nesta segunda estava marcada, a primeira contagem das folhas que rodaram pontos de coleta com o grupo que espera atingir 10 mil assinaturas. O número corresponde a 01% do eleitorado em Guarulhos, entenda como será feito o referendo da Proguaru aqui.

A maioria dos vereadores, à época votaram pelo fechamento e encerramento das atividades da Proguaru, a autarquia pública executa serviços de zeladoria. A empresa pertence e serve a Prefeitura de Guarulhos, que encaminhou o projeto de extinção.

A nova data para recontagem das assinaturas está marcada para 12 de agosto, até lá, a coleta continuará ocorrendo pelos trabalhadores e apoiadores. Posteriormente, os documentos serão entregues ao Presidente da Câmara, Fausto Miguel Martello (PDT).

De acordo com o Em Defesa da Proguaru, o presidente do legislativo tem um mês para analisar e o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) dois meses para executar a decisão. O próximo passo será definido pela população que terá nas mãos o poder de decisão sobre a continuidade ou extinção da Proguaru.