Guarulhos deve ter ônibus com ar condicionado, mas sem data para início das operações

Foto: Felipe Santos/Reprodução

No início do mês, uma nova frota de veículos foi integrada à linhas intermunicipais que operam para Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU)

A Viação Urbana que pertence ao Grupo Niff, mesmo proprietário da E.O Vila Galvão I e II adquiriu ao menos 20 veículos que oferecem aos passageiros refrigeração interna. Os modelos dispensam janelas e por isso, precisam ainda mais, de manutenção em dia.

Segundo apurou o Guarulhos Online, os custos da transição de carros não serão pagos pelo município, que tem a atribuição de quitar somente, o subsídio de passagens gratuitas. São as empresas que vão custear a transição dos velhos ônibus pelos mais modernos 0 km.

Além de ar condicionado e quilometragem zerada, a nova frota de ônibus conta com freios ABS que possibilitam mais comodidade aos usuários do transporte público. A troca será feita gradativamente, mas não há previsão de quando entram em operação e em quais linhas.

A princípio, a Secretaria de Transportes e Mobilidade Urbana (STMU) disse por email, não ter conhecimento sobre a aquisição dos novos carros nem sobre a quantidade. Mas, a reportagem teve acesso a fotos dos veículos estacionados na garagem da empresa na via Dutra.

Sem resposta

A STMU não soube informar quais as linhas vão receber os carros mais modernos. A Viação Urbana é responsável por linhas que trafegam do centro à bairros próximos da região Cantareira, entre os itinerários atendidos estão bairros como Cabuçu, Recreio, Taboão e Centro.

A reportagem questionou ainda, sobre os veículos articulados que operavam antes da pandemia, na linha 453 (São João-Centro) da empresa Vila Galvão. Segundo a pasta, os carros deixaram de operar por causa da “baixa demanda, incompatível com o custo operacional”.

Sobre o destino dos carros que passaram quase um ano parados nas garagens, a prefeitura diz que “ainda não foi avaliado” se eles irão retornar as ruas pós-pandemia. Entretanto, conforme fontes do GO, a empresa já começou a cedê-los a outros municípios no interior do Estado.