Com maior população e mais mortes pela Covid-19, Guarulhos recebeu menos vacinas que Campinas

Foto: Ivanildo Porto/PMG

Guarulhos obteve 37.140 doses do imunizante, enquanto Campinas levou 56.280

Por onde quer que se ande por Guarulhos, o assunto é vacina, mas, as pessoas tem se perguntado e questionado também ao GO, “Onde estão as vacinas?“, “Já posso me vacinar na UBS?”, “Onde posso saber mais sobre a vacina da Covid?” entre tantas dúvidas diariamente.

Na última terça-feira (02) durante a primeira sessão presencial da Câmara de Guarulhos, os vereadores apresentaram diante da tribuna questionamentos semelhantes. Pontualmente, a situação da imunização em Guarulhos foi revelada pelo Secretário Municipal da Saúde.

O Dr. José Mário Clemente esclareceu que a cidade está vacinando, mas conforme o número de doses que são enviadas por parte da Secretaria Estadual de Saúde. Na ocasião, o médico teceu críticas ao governador João Doria (PSDB) ao destacar como “político” o critério de distribuição.

Surpreende o fato de Guarulhos com cerca de 1,4 milhões de pessoas receber até agora, 37.140 doses se contabilizadas Coronavac e Oxford/Fio Cruz. Já a cidade de Campinas, que possui aproximadamente 1,2 milhões de pessoas obteve 56.280 de doses da vacinas.

O Portal A Cidade On, mostra que a grande cidade do interior paulista, já vacinou mais de 33 mil pessoas. A prefeitura do município confirmou a informação. A imunização de idosos teve início ainda ontem por lá, antes mesmo da capital paulista que começou imunizar hoje (05).

A quantidade de doses aplicadas nesta fase, na cidade de São Paulo corresponde a todo contingente recebido por Guarulhos, mais de 30 mil doses. Questionada, a Prefeitura de São Paulo não revelou quantas doses da vacina da Covid-19, a Capital recebeu até agora.

Por meio da assessoria, o Instituto Butantan informou que não tem controle sobre a distribuição das doses após a entrega ao Ministério da Saúde. O MS, por sua vez, fatia os lotes aos estados conforme aprovação, e os quantitativos por fim, são repassados aos municípios.

O Guarulhos Online questionou a Secretaria de Estado de Saúde e a Secretaria de Desenvolvimento Regional sobre quais os critérios de distribuição das doses. Ambas as secretarias não informaram se as fatias são acordo com o contingente populacional.

Não informaram também, como é feito o cálculo de proporcionalidade e se o repasse é por meio de indicadores como internações, montante de casos confirmados e média de mortes por dia. Os números são apresentados diariamente pelas secretarias municipais de saúde.

Guarulhos tem 43.642 infectados, 1.907 mortes e 69,6% de UTIs com pacientes de Covid-19. Já Campinas possui 62.948 casos confirmados, 1.691 óbitos e 79,92% de UTIs ocupadas. Os dados são da saúde municipal de ambas cidades atualizados nesta sexta-feira (05).

Linha do Tempo

O município tem 12 milhões do orçamento de 2021 para compra do imunizante contra o coronavírus, conforme divulgou a prefeitura ainda no ano passado. No último dia 02, o prefeito assinou um termo de intenção para aquisição da vacina russa, Sputnik V.

No mês anterior, Guti (PSD) assinou outra carta de intenção, mas para compra de aproximadamente 70 mil doses da coronavac, vacina da chinesa Sinovac com Butantan. Entretanto, o montante corresponde a aplicação de doses para apenas 5% dos guarulhenses.

No começo do ano, em uma live nas redes sociais, Guti afirmou que 125 mil pessoas seriam imunizadas até março deste ano. Na segunda semana de fevereiro, porém, Guarulhos vacinou 18.963 pessoas, entre profissionais de saúde, indígenas e idosos em asilos e acamados.

Na próxima segunda-feira (08) começam a ser vacinados por meio de drive thru no Bosque Maia, entre 8h e 17h, os idosos acima de 90 anos. Mas o mutirão pode acabar mais cedo, já que menos de 4 mil doses foram destinadas para o público.

*Atualizado às 19h50 de 05/02